COMPROMISSOS

VISÃO E COMPROMISSOS

  • Manter a Febrasgo eficiente, unida e atuante.Ter o associado no centro das atenções
  • Incentivar a maior representatividade da mulher na Febrasgo
  • Valorizar e tratar de forma igualitária todas as federadas e associados
  • Investir na formação, valorização e apoio aos novos ginecologistas e obstetras
  • Lutar pela melhoria da assistência à saúde das mulheres brasileiras
    Fortalecer a valorização e defesa profissional

1. DEFESA DO GINECOLOGISTA-OBSTETRA

  • Trabalhar pela adoção plena da disponibilidade para a assistência ao parto, envolvendo sociedade e médicos, revertendo decisões contrárias
  • Abrir discussões com os convênios médicos por reajuste de valores pagos de todos os procedimentos em GO
  • Promover qualificação e certificação profissional em áreas críticas nas quais existam disputas por espaço no mercado de trabalho como ultrassonografia obstétrica
  • Reivindicar junto à AMB a inclusão de novos procedimentos na CBHPM
  • Pela incorporação de novos procedimentos também no Rol de procedimentos ANS
  • Criar Comissões de Valorização do Ginecologista e Obstetra por Região para unir forças e fortalecer as Federadas nas negociações com empresas e o Estado
  • Trabalhar pela valorização diferenciada de consultas de gestação de alto risco
  • Atuar pela valorização diferenciada consultas da especialidade, devido às mesmas terem mais etapas e complexidade do que consultas rotineiras de outras áreas
  • Pela inclusão de materiais utilizados nas consultas como aventais e espéculos descartáveis, na composição do valor real da consulta
  • Implementação do pagamento diferenciado do acompanhamento ao trabalho de parto e também ao parto
  • Dar ampla divulgação na mídia à qualidade do trabalho dos ginecologistas-obstetras, ao comprometimento com a educação continuada e ao elevado nível da assistência à saúde da mulher
  • Respaldar as Federadas na realização de fóruns periódicos da Defesa e Valorização Profissional, com o objetivo de conhecer problemas locais e monitorar eventuais intercorrências, para garantir condições adequadas ao exercício da Ginecologia e
    Obstetrícia, além de remuneração justa

2. MULHER GO

  • Garantir mais espaço para participação da GO em todas as instâncias da Febrasgo
  • Em defesa dos direitos integrais das mulheres médicas e contra qualquer tipo discriminação quanto a cargos e equidade devencimentos
  • Lançamento de canais exclusivos à mulher médica para sugestões, críticas e denúncias de todas as ordens
  • Contemplar em todos os congressos brasileiros fóruns exclusivos para debate das demandas e bandeiras da ginecologistas e obstetras
  • Estabelecer, em regimento apropriado, a obrigatoriedade de que chapas concorrentes a cargos diretivos da Febrasgo tenham participação das mulheres associadas

3. CIENTÍFICO

  • Criar novas ferramentas digitais para atualização ágil dos associados
  • Aperfeiçoar continuamente todas as ações e ferramentas dede educação médica continuada, além dr criar novos canais para o desenvolvimento e reciclagem
  • Garantir a atualização dos Protocolos, Orientações e Recomendações
  • Disponibilizar a Revista Femina impressa sendo entregue no endereço dos associados em todo o Brasil
  • Investir no aperfeiçoamento contínuo do Congresso Brasileiro, abrindo cada vez mais espaço para residentes, jovens médicos e
    Ligas de GO
  • Formatar em sintonia com as Federadas cursos teóricos e práticos que possam agregar valor à prática clínica diária, a serem multiplicados por todo o Brasil, de acordo com as necessidades e decisão autônoma de cada região
  • Oferecer ao associado, em parceria com as Federadas, atividades sem custo adicional e que sejam realizadas de acordo com as necessidades de cada região;

4. FORMAÇÃO E RESIDÊNCIA

  • Trabalhar pelo fim da abertura indiscriminada de escolas médicas
  • Fortalecer os programas de residência médica
  • Aprimorar a capacitação dos preceptores de residência médica
  • Priorizar o teste do progresso individual

5. JOVENS GINECOLOGISTAS E OBSTETRAS

  • Organizar fóruns virtuais e presenciais para a discussão sobre as
    subespecialidades da ginecologia e obstetrícia para que o residente possa fazer uma escolha qualificada de suas opções
  • Oferecer capacitação para os desafios referentes à montagem de consultório: melhor layout, normas sanitárias e legislação pertinente, equipamentos básicos, organização de finanças e marketing
  • Realizar fóruns sobre o relacionamento médico-paciente, abrangendo os seguintes pontos:
    • Melhor comunicação com os pacientes;
    • Ações para aumentar adesão ao tratamento;
    • Comunicação de notícias difíceis;
    • Vantagens, desvantagens e limites das Redes sociais;
    • Desafios do consultório nos dias de hoje: sexualidade, atendimento de casais
      homoafetivos, e orientações para transgêneros
  • Tomar medidas de prevenção a demandas jurídicas
  • Promover painéis sobre defesa profissional, para que os próprios residentes compartilhem experiências, além de cobrar soluções para suas demandas e anseios
  • Promover videoconferências com participação dos diversos serviços de residência médica para discussão de casos clínicos escolhidos pelos residentes
  • Oficinas e workshops gratuitos abrangendo situações não frequentes na prática clínica, promovidos em conjunto com os programas de residência

6. REPRESENTATIVIDADE E CIDADANIA

  • Defender os direitos sexuais e reprodutivos da mulher brasileira
  • Participar de ações políticas e de cidadania por qualidade à saúde feminina
  • Buscar de maneira incessante a melhoria da assistência obstétrica e a redução da mortalidade materna
  • Posicionar e participar junto ao Ministério da Saúde e demais órgãos governamentais nas decisões de políticas públicas relacionadas à saúde feminina
  • Rever as áreas de atuação em Ginecologia e Obstetrícia junto à Associação Médica Brasileira
  • Investir e apoiar projetos sociais envolvendo a saúde e qualidade de vida da mulher brasileira
  • Estreitar os contatos com outras entidades, como Associação Médica Brasileira, Conselho Federal de Medicina e Fenam, para ações de interesse da especialidade e dos GOs
  • Estabelecer diálogo com conselhos e associações multiprofissionais,
    para resguardar atos privativos da GO

7. TRANSPARÊNCIA

  • Ampliar cada vez mais os canais de transparência administrativa
  • Manter uma gestão plural e participativa, na qual o sócio possa apresentar ideias, críticas e sugestões para o aperfeiçoamento administrativo da FEBRASGO

8. BENEFÍCIOS

  • Oferecer assistência jurídica ao associado, por meio de parceria com bancas renomadas
  • Criar novos produtos e vantagens para os sócios
  • Criar plataforma de Consultório Virtual aos associados, com
    facilidades para agendamento de consultas, receituário